Acerca de mim



Vim a este mundo no ano de 1970 na aldeia do Vale de Santarém, no concelho e distrito de Santarém, vila onde ainda resido. Fiz teatro e jornalismo amador. A minha grande paixão sempre foi escrever: desde que me lembro de ser gente, o meu sonho sempre foi ser escritora. O que eu mais quero é escrever, desenhar a minha alma com palavras. Em 1998 foi-me diagnosticada uma Ataxia de Friedreich, uma doença do cerebelo progressiva, que me colocou numa cadeira de rodas. Entre Março de 2011 e Março de 2014 fui Presidente da Direcção da APAHE – Associação Portuguesa de Ataxias Hereditárias (http://www.apahe.pt.vu), uma IPSS de âmbito nacional, cujo principal objectivo é a defesa e promoção dos interesses de pessoas com ataxias hereditárias. Presentemente, continuo ligada à mesma associação, mas apenas como associada.

- Em 1997 consegui publicar dois contos (“O Beliche” e “Sonata a dois tempos”) no já extinto suplemento cultural “Alma Nova” do jornal regional “O Mirante”.
- Em 2000 publiquei um conto da minha autoria, “Canção Triste”, na antologia de contos “Conta-me Estórias” (Editorial Minerva).
- Também em 2000 publiquei um volume original de contos, “Se tu visses o que eu vi” (MG Editores).
- Em 2005 publiquei o conto “Pode ser para ti, que eu não me importo” na revista online brasileira de contos “Bestiário” (http://www.bestiario.com.br – Setembro de 2005, ano 2, n.º 19).
- Em 2010 publiquei uma espécie de autobiografia, onde relato a minha experiência sobre viver com Ataxia de Friedreich, “Quando um burro fala, o outro baixo as orelhas” (Chiado Editora).
- Fui convidada pela autora do Blogue “O tempo entre os meus  livros”, Cris, para uma pequena participação no mesmo, em Maio de 2012.
- Em Março de 2013 publiquei o poema "Faz de conta que é um poema" na antologia de poesia contemporânea (volume IV) "Entre o sono e o sonho - Tomo I" (Chiado Editora).
- Em Maio de 2013 fui convidada a participar no Blogue de Wilson Cadeira (http://wilsinhocadeira.blogspot.com.br/2013/05/os-caes-ladram-e-a-caravana-passa.html).
- Em Março de 2014 publiquei o poema "Despedida" na antologia de poesia contemporânea (volume V) "Entre o sono e o sonho - Tomo I" (Chiado Editora).
Em Abril de 2014, foi publicado em Espanha um romance no qual também participei na qualidade de co-autora, “El legado de Marie Schlau” – o livro foi coordenado pela organização internacional BabelFAmily (http://www.babelfamily.org) e contou com a participação de autores de todo o mundo. Todos os lucros obtidos com a venda revertem a favor da investigação dum tratamento e/ou cura para a ataxia de Friedreich.
- Em Setembro de 2014 iniciei um novo projecto: o blogue "Recatratos" (http://recatratos.blogspot.pt), onde não só falo de mim, das minhas frustrações e dos meus sentimentos, como também da minha condição como atáxica e como deficiente motora.
- Em Fevereiro de 2015 fui entrevistada por Michell Spoden para “Recovering The Self” (http://www.recoveringself.com/health/authors-on-friedreichs-ataxia-fatima-doliveira, em português: http://www.babelfamily.org/pt/index.php/88-news/latest-news/315-conheca-os-autores-de-o-legado-de-marie-schlau-fatima-d-oliveira).
- Em Março de 2015 publiquei o poema "O outro lado de mim" na antologia de poesia contemporânea (volume VI) "Entre o sono e o sonho - Tomo I" (Chiado Editora)
- Em Outubro de 2015 publiquei o conto "Outubro Rosa", http://dicasderoberth.blogspot.pt/2015/10/portugal-no-outubro-rosa-literario.html, no blogue "Dicas de Roberth"
- Em Abril de 2016 publiquei o conto "O ar que nos deu", da minha autoria, na antologia de contos (volume II) "Um livro num dia - Contos da manhã que logo entardeceu" (Chiado Editora)
- Em Setembro de 2016 publiquei o micro-relato policial "A amiga e o namorado" (n.º 172) no e-book "A audiência escreveu um crime" (Círculo Rojo)
- Em Outubro de 2016 publiquei o poema "Conversas soltas entre paredes sobre o amor" na antologia de poesia contemporânea (volume VII) "Entre o sono e o sonho - Tomo I" (Chiado Editora)
- Em Dezembro de 2016, concedi uma entrevista à APAHE – Associação Portuguesa de Ataxias Hereditárias (http://artigosataxiashereditarias.blogspot.pt/2016/12/entrevista-fatima-doliveira.html)
- Em Janeiro de 2017, concedi uma entrevista ao jornal electrónico “Correio do Porto” (http://www.correiodoporto.pt/dooutromundo/porto-visto-por-fatima-doliveira)
- Em Janeiro de 2017, participei no concurso “Histórias em Postais” organizado pelo jornal electrónico “Correio do Porto”, tendo visto o seu trabalho publicado: “Esquecer” (http://www.correiodoporto.pt/historias-em-postais/esquecer), “Memória insistente” (http://www.correiodoporto.pt/historias-em-postais/memoria-insistente), “Num dia, num dia qualquer” (http://www.correiodoporto.pt/historias-em-postais/num-dia-num-dia-qualquer) e “Foste-te” (http://www.correiodoporto.pt/historias-em-postais/foste-te)
- Em Abril de 2017, publiquei o conto “Carta a quem não sei” na antologia de contos “Um Livro Num Dia – Contos da manhã que logo entardeceu, Vol. III” (Chiado Editora)
- Em Junho de 2017, concedi uma entrevista ao semanário regional “O Mirante”: https://omirante.pt/sociedade/2017-06-24-Sinto-me-aprisionada-no-meu-proprio-corpo
- Em Junho de 2017, publiquei o livro de contos “’Tás com a mosca, ou cheira-te a palha? (Pela desmistificação, sensibilização e consciencialização das ataxias hereditárias)” (Chiado Editora)
- Em Junho de 2017, foi p0ublicado um artigo sobre o lançamento do livro mencionado acima, no semanário regional “Gazeta das Caldas”. http://gazetacaldas.com/actualidade/perto-200-pessoas-participaram-actividades-sensibilizacao-ataxia/
- Em Agosto de 20107, concedi uma entrevista ao semanário regional “Correio do Ribatejo”, http://correiodoribatejo.com/escrever-e-uma-catarse/#.WZv58_iGNdh
- Em Setembro de 2017, publiquei o poema “Leveza” na antologia de poesia “Entre o sono e o sonho”, volume VIII, Tomo II (Chiado Editora)
- Em Novembro de 2017, publiquei o conto “Verão alentejano” na antologia “Do mosto à palavra, volume I – Colectânea de Prosa e Poesia sob a temática: Alentejo” (Chiado Editora)


















Sem comentários:

Publicar um comentário